DORNA, 31 anos com o Campeonato do Mundo de Velocidade

Atualizado: 21 de jun.


Wayne Rainey, YAMAHA, Campeão do Mundo de Velocidade 500cc

Wayne Rainey, YAMAHA, Campeão do Mundo de Velocidade 500cc



PUB


Luca Cadalora, HONDA, Campeão do Mundo de Velocidade 250cc e Alessandro Gramigni, APRILIA, Campeão do Mundo de Velocidade 125cc

Em 2022 completam-se 31 anos da intervenção da DORNA no Campeonato do Mundo de Velocidade.


Na era pré-DORNA, de 1949 até 1991 inclusive, o Campeonato do Mundo de Velocidade atingiu um grande nível de popularidade, ainda assim o nível da promoção e comunicação não acompanhou o crescendo de popularidade.


A exigência de segurança e o nível de custos que essa e outras exigências implicavam, tornava necessária uma abordagem mais profissional.


A DORNA Sports é uma empresa, fundada em 1988 com sede social em Madrid, com o objectivo de actuar no marketing desportivo.


Foi feito um acordo que envolveu a DORNA, a FIM (Fédération Internationale de Motocyclisme), a IRTA (International Road Racing Teams Association) e a MSMA (Motorcycle Sports Manufacturers' Association).


A intenção foi passar a gestão comercial e de marketing para a DORNA que, como contrapartida fica obrigada a promover e dotar dos meios necessários a estrutura do campeonato.


Lamentávelmente, por exigência da DORNA, a classe dos Sidecar foi abolida.


Para o público, a face mais visível da DORNA são as transmissões das corridas e só se pode dizer que, a este nível, a DORNA atingiu a excelência.


Os primeiros campeões da era DORNA foram Wayne Rainey (500cc), Luca Cadalora (250cc) e Alessandro Gramigni (125cc).


Antes da DORNA entrar no jogo, o "Continental Circus", como era conhecido o paddock, era muito menos profissional, ainda que, também, muito mais poético.


Hoje, atingiu-se um nível de profissionalismo e um nível de competitividade que estão a uma enorme distância da era pré-DORNA.


Na actualidade a empresa está cada vez mais focada na promoção do motociclismo de velocidade e no seu portfólio, para além do MOTOGP, têm direitos nas SBK, CEV REPSOL, RED BULL ROOKIES CUP e ASIA TALENT CUP.


Este post foi actualizado em 2022.06.21


Carmelo Ezpeleta, CEO da DORNA

GP do Japão, Suzuka, 1992, o 1º da era DORNA