1977, YAMAHA Sankito, a (curiosa) história da moto que ganhou o CMV 350




Ferry Brouwer é um personagem mitico do motociclismo, só por si merece um post biográfico, mas hoje, só falarei de um episódio interessante da sua história.


Em 1977, foi o responsável pelo projecto e construção (na Yamaha Motor Europe/Holanda) da YAMAHA TZ 350 (3 cilindros - (San=3)+(Kito=cilindro)) de fábrica que correu e venceu no Campeonato Mundo de Velocidade na classe 350cc.


Este feito agregou uma série de circunstâncias únicas:


- foi a primeira vez, até agora, única em que uma YAMAHA de fábrica foi construída fora do Japão;


- foi a primeira vez que um piloto com licença desportiva japonesa (de facto a sua nacionalidade era coreana, o que torna o feito ainda mais exclusivo), Takazumi Katayama, foi Campeão do Mundo de Velocidade;


- foi a última vez (a classe foi extinta em 1982) que a YAMAHA triunfou nesta classe do CMV;


- ao ser ultrapassada pela sua filial europeia, a Yamaha Motor Japão, apesar dos bons resultados, ordenou o fim do desenvolvimento desta moto, no fim de 1977, preferiam perder com uma moto 100% japonesa a ganhar com uma parceria europeia...;


- imagina-se que uma das razões para esta atitude poderá também ter sido o facto de a YAMAHA estar a preparar a entrada no mercado da super desportiva 2T RD 250/350 LC que encontrava inspiração directa nas TZ 250/350 de competição que possuíam motores de dois cilindros...;


- o motor de Ferry desenvolvia 87 CV às 12.300 rpm contra os 78 CV das TZ convencionais e os 82 CV das KAWASAKI KR.


diminuido logo 02.png
  • Grupo
  • Página

© 2016-2020 por "MOTOSPOT Classic"