ONE SHOT - Todos contra Nieto!


Após a conquista consecutiva de dois títulos, 1969 e 1970, de 50cc por parte de Angel Nieto, em 1971 o Team VAN VEEN KREIDLER estava fortemente empenhado em fazer frente à hegemonia do espanhol e da DERBI que tripulava.


A saída para a JAMATHI, no fim da época anterior, do piloto Aalt Toersen, fez com que a equipa holandesa apostasse en Jan de Vries e Jos Schurgers como pontas de lança para a execução da dificil tarefa.


A meio da temporada o campeonato estava muito equilibrado entre Nieto e de Vries. Grandes males, grandes remédios, Henk van Veen contratou dois reforços de peso, Barry Sheene e Jarno Saarinen, com a função de apoiar a cruzada de de Vries.


A estratégia funcionou e, no fim da temporada, Jan de Vries sagrou-se Campeão do Mundo de 50cc, apesar de, também, a DERBI ter reforçado a equipa no último e decisivo GP da temporada, em Espanha.


Barry Sheene venceu no GP da Checoslováquia onde de Vries desistiu por avaria e Jarno Saarinen cumpriu, também, com distinção a função de escudeiro que lhe foi atribuída, servindo, várias vezes de tampão para a concorrência.


Na foto, da esquerda para a direita: Jos Schurgers, Jan de Vries, Barry Sheene e Jarno Saarinen.



diminuido logo 02.png
  • Grupo
  • Página

© 2016-2020 por "MOTOSPOT Classic"