• Grupo
  • Página

© 2016-2019 por "MOTOSPOT NEWS"

Neil Robinson

 

Pela quarta vez, segunda consecutiva, em 1986, Vila Real recebeu uma prova do TOURIST TROPHY da FIM, desta vez apenas a classe maior (TT1) fez parte do evento português. Durante a mesma manifestação, desenrolou-se também, como já era hábito,  uma prova do Campeonato Nacional de Velocidade (CNV).

 

No CNV o plantel atingiu o nível quantitavimente mais baixo da história recente, por essa razão, as cinco classes em disputa foram agrupadas em apenas duas corridas. 

 

Nas 80cc, os Júniores correram juntos com os Séniores. Os pilotos vilarealenses presentes nesta corrida (Costa Paulo (pai), Costa Paulo (filho) e Manuel Conceição ("mireko")) desistiram todos com problemas técnicos. Na corrida, José Ferreira, tal como no ano anterior, ganhou, apesar de um mau arranque. Depois de grande luta com Alexandre Laranjeira e Manuel Duarte que também viriam a sofrer problemas técnicos, assim, Rui Vieira foi o segundo classificado seguido de Avelino Arvela. Entre os Júniores, saiu vencedor Sérgio Baptista.

 

Na corrida destinada às 250cc e ás SUPERPRODUÇÃO (Classes 1 e 2), José Pereira (250cc), tal como no ano anterior demonstrou uma clara superioridade, no entanto, problemas de caixa de velocidades impediram-no de concretizar uma vitória que parecia assegurada. Na geral, Alexandre Laranjeira foi o primeiro (ganhando também a Classe 2 da SP), André Cunha foi segundo (ganhando as 250cc) e José Santos foi o terceiro (primeiro da Classe 1 da SP).

 

O prato forte (a corrida internacional de TT1) contou, mais uma vez, com um elevado número de presenças. Nos treinos, Joey Dunlop impôs-se a Graeme McGregor e a Neil Robinson. Pedro Baptista qualificou-se no 29º lugar da grelha de partida. Na corrida, Neil Robinson deu grande réplica a Joey Dunlop até ter problemas com a carenagem que o levaram a perder muito tempo durante o reabastecimento atrasando-o irremediavelmente. Optando por não reabastecer, Paul Iddon chegou a comandar a corrida, no entanto Dunlop conseguiu recuperar a primeira posição, deixando Iddon na segunda e Anders Andersson na terceira posições. Pedro Baptista, único representante luso nesta corrida, desistiu prematuramente.   

 

De referir que, Neil Robinson, que teve uma prestação de grande relevo nesta edição, viria a falecer num acidente, em Setembro deste mesmo ano, durante os treinos de uma corrida em Olivers Mount's, Scarborough, West Yorkshire.

 

 

Da direita para a esquerda, Alexandre Laranjeira, Joey Dunlop e o cartaz das corridas de automóveis e de motos

 

TT1

    1º Joey Dunlop - Reino Unido - HONDA - média de 149,3400 km/h

    2º Paul Iddon - Reino Unido - SUZUKI

    3º Anders Andersson - Suécia - SUZUKI

 

 250cc e Superprodução (Classes 1 e 2)

    1º Alexandre Laranjeira - Portugal - KAWASAKI - média de 137,6300 km/h (1º Classe 2 Superprodução)

    2º André Cunha - Portugal - YAMAHA (1º 250cc)

    3º José Santos - Portugal - YAMAHA (1º Classe 1 Superprodução)

 

  80cc Séniores e 80cc Júniores

    1º José Ferreira - Portugal - KREIDLER - média de 122,9000 km/h

    2º Rui Vieira - Portugal - KREIDLER 

    3º Avelino Arvela - Portugal - CASAL

  ...

  11º Sérgio Baptista - Portugal - FLANDRIA (1º 80cc Júniores)

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

diminuido logo 02.png